quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

"Não confunda desejo com certeza"

"Não confunda desejo com certeza"

Esta frase foi dita pela personagem Violet Crawley, a matriarca da família Crawley em um dos episódios da série Downtown Abbey.

Na época, inciei este post, colando a foto dessa personagem que emitia várias frases bacanas como essa, mas acabei por fim, não escrevendo nada. Acho que ainda não estava amadurecida o suficiente para aceitar essa verdade: Desejo não é certeza.

Muitas vezes queremos tanto algo, que o visualizamos quase que esquizofrenicamente, e acreditamos muito que poderá ser real um dia. Acreditamos tanto, que o desejo torna-se uma fé que parece mesmo capaz de mover montanhas.

Mas a fé sem um firme fundamento não é mais do que emoções e força de desejo que culmina em pensamentos positivos que te fazem "sentir" que algo pode ser conquistado, alcançado ou simplesmente acontecer. Infelizmente, porém, confundimos nosso desejo com certeza.

O desejo sozinho não muda nada. A vontade sem a força não te levanta da cama. A fé sem fundamento só te cega diante da realidade. É preciso usar o tal pensamento positivo para agir, para organizar as ideias e verificar o que se pode fazer para conquistar de fato o que se quer.

Claro, orar a Deus, ter fé que ele lhe abrirá as portas, te deu inteligência e vida para correr atrás dos teus sonhos é fundamental. Eu não consigo tomar decisão alguma que seja acertada sem a direção Dele. Mas ele dá a direção, a decisão quem toma sou eu. A atitude de se levantar e agir diante de uma situação é minha, nem que a atitude seja orar, pois há de convir que existem fases na vida em que é somente o que nos resta.

No entanto, o que quero tratar aqui é sobre aqueles sonhos, aquelas metas mal definidas da nossa vida. Aquela viagem dos sonhos, aquele emprego, aquele salário, aquele casamento, aquele carro, aquela missão social, aquela música não escrita, aquele instrumento não tocado, aquele concurso...
Sabe, aquelas coisas que sabemos que demanda muito mais do nosso esforço do que de ação sobrenatural? Então, não se realiza somente com desejo.

Há também a questão do amor. As vezes queremos tanto alguém ou estar com alguém que, ao menor sinal de possibilidade, ou na primeira pessoa legal que parece te dar bola, coraçõezinhos começam a brotar dos olhos e o desejo de estar com a pessoa é tão forte, que acaba que se torna utopicamente uma certeza falsa de que a pessoa te corresponde, quando na verdade não. Muitas pessoas tendem a permanecer em relacionamentos nocivos, sem atitude alguma, pela "certeza" de que o outro o ama ou se importa, quando na verdade não.

Tenhamos cuidado com nosso coração, ele é enganoso. Cuidado também com nossas emoções pois elas mentem e nos confundem. O quanto mais pudermos ser racionais melhor. Mesmo a fé, ela deve ter razão em si, estando fundamentada em sólidas convicções de que há um Deus que tem planos melhores para nós e nos dará discernimento e tempo oportuno para realizar.

Não confunda desejo com certeza. Certeza, só se tem diante de fatos conclusivos. Desejo é apenas desejo.

DICA:

Enumere seus sonhos:

Liste seus sonhos e marque um check nos que já realizou. Os que não realizou, pare e pense o quê tem feito para que se realizem. Reflita sobre eles, se realmente são sonhos que edificarão a tua a vida e/ou a de outros ao redor. Qual é o foco e objetivo de cada sonho?
Vale a pena? Então bora começar a lutar por eles! Nunca é tarde para sonhar!



bYPIU

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sobre a Música

Estou agora ouvindo uma banda que eu gosto muito, Switchfoot. Fico viajando na melodia e por vezes sinto me transportar pra outro lugar longe de tudo.



Eu sempre fui muito exigente com a música, muitas vezes taxada como preconceituosa. Mas a verdade é que eu não simplesmente ouço a música, eu sinto, eu respiro e deixo que ela penetre a alma. Se a música não for boa, como deixar ela ocupar todo esse espaço em mim? Será apenas um bla bla bla.

Claro que há a questão do gosto, que cada um tem o seu. Mas existem aquelas músicas que, independente do ritmo, você sente algo além quando ouve. Aquelas canções inesquecíveis que fazem sucesso não somente porque têm a "formula mágica" pra grudar nos ouvidos mas porque são de fato marcantes.



Há músicas que te fazem lembrar da infância, do amor vivido ou não vivido, de dores sofridas, de dores superadas. Há músicas que até mesmo são capazes te fazer superar um momento. Uma música pode te pôr pra cima, te fazer lembrar que a vida continua, te renovar a esperança.
Tem aquela música que te poe na realidade, te faz refletir, pôr o pé no chão. Tem música que te faz lembrar da família, das suas raízes. Outras, te remetem a um futuro que você nem mesmo viveu, mas através das notas você consegue se transportar pra lá de maneira quase palpável. O mesmo pode ocorrer com o passado. A música pode te fazer chorar de tristeza, e de alegria. Pode te fazer dançar sozinho ou te fazer ficar parado olhando pro nada.


Tenho certeza que cantar, tocar, escrever e dançar, talentos relacionados à música, são dons que vêm do céu, pois podem cumprir propósitos sobrenaturais.

Claro, tem aquelas músicas que simplesmente nos fazem curtir, mas até nisso elas podem mudar nosso humor num momento de stress e nos fazer respirar fundo e pôr a bola pra frente.



Que a gente observe mais o que a gente ouve, numa época em que tanta coisa estranha é chamada de música. Tenho por mim que a música está para nossa alma assim como como o alimento está para o corpo. Se for saudável, vai te fazer sentir bem e te dar saúde. Se não for de qualidade, pode até te divertir de momento, mas será poluição para seu interior (tipo aquele big mac, sabe?)
Como cristã, acredito também no poder espiritual da música. Mais um cuidado que temos que ter. Há músicas muito boas tecnicamente falando, mas podem te deixar depressivo, pro exemplo. Outras, podem ser literalmente a voz de Deus falando com você.

São tantas músicas boas e inesquecíveis... independente do estilo que você curta, imagino que sente algo ao ouvir as tais...

Posso citar algumas e acredito que você irá concordar comigo:

"Viva la Vida" - Coldplay
"Take my breathe away" - Top Gun / Berlin
"My heart will go on" - Titanic / Celine Dion
"Just the way you are" - Bruno Mars
"What a Wonderful World" - Loius Armstrong
"Shout to the Lord" - Darlene Zscherch
"Preciso de Ti" - Ana Paula Valadão
"Com muito louvor" - Cassiane
"Ao Deus da minha Salvação" - Aline Barros
"With or Wihtout You" - U2
"We are the world" - Lionel Richie / Michael Jackson
"Endless Love" - Lionel Richie
"We are the champions" - Queen
"Oceans" - Hillsong
"Fico assim sem você" - Claudinho e Bochecha
"Aquarela" - Toquinho
"Sublime" - Leonardo Gonçalves
"Via Dolorosa" - Sandi Patty
"Mão do Mestre" - Cristina Mel
"Deus do Impossível" - Alda Célia
"Não me deixe te deixar" - Novo Som
"Águas de Março" - Tom Jobim
"My Place in This World" - Michael W. Smith
"Bridge over trobled waters" - Elvis Presley
"Dare You To Move" - Switchfoot
"Think out Loud" - Ed Sheeran
"Espinhos" - Logos
"How Great Thou Art" - hino tradicional cristão
"Aleluia de Handel" - Handel
"I wont give up" - Jason Mars
"Hosana" - Brooke Fraser / Hillsong



Dentre tantas outras... (Claro que meu gosto interferiu em algumas dessas sugestões.. :D). Se não conhece alguma, sugiro jogar no Google e ouvir.
E você? Qual música pra você é inesquecível e te faz sentir algo além do normal quando escuta.



byPIU