quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Obrigada pela Simplicidade




Obrigada, Deus por minha família. Obrigada por, apesar de nunca ter me faltado abrigo, alimento, amor, aconchego, sei o que é passar provações. Nunca ganhei mesada, nem todo Natal e aniversário tinha presente. Obrigada.

Obrigada pela simplicidade com que fui criada, a organização, os horários certos pra comer, sempre aprendendo a não desperdiçar alimento, roupa, nada. Obrigada porque desde cedo aprendi a admirar as coisas simples como a chuva, as árvores, o canto dos pássaros, as estrelas e o luar. Aprendi a amar o vento e o mar. Aprendi que não preciso dos melhores brinquedos para brincar, só imaginação. Obrigada pois sempre tive acesso à leitura, um pai que sempre respondia minhas perguntas e uma mãe que me ensinou a amar a Deus. Hoje eu convivo com tanta gente, longe da terrinha natal. Lido e conheço todos os dias pessoas que me conhecem como um espelho, a maioria sem muita profundidade passa rápido. Mas a família, eles te conhecem face a face! Conhecem meus olhares mais furtivos, o que me deixa irritada, meus hobbies e preferencias sem precisar de rede social.

Há aquelas poucas pessoas que se fazem família, se fazem lar, e por elas eu também agradeço. Obrigada Deus por cada desafio, cada medo vencido, cada mudança, cada lágrima e sorriso. Hoje olho pra mim, na mulher que aquela menina desenhista e sonhadora está se tornando e só posso me alegrar e descansar na tua fidelidade infalível. Te amo, Senhor!!! O quê seria de mim sem ti?

bypiu

domingo, 30 de julho de 2017

Quem ELE é pra mim

Ele, quem é ele?




ELE!

Quem me conhece sabe que sempre falo nele, dele, ou de alguma forma vou me expressar a respeito dele. Se algum dia eu deixei de apontar pra ELE, possivelmente estava em um dos meus momentos perdida. Infelizmente, eu sei que ELE é a minha luz, mas há aqueles momentos em que as circunstâncias, as lutas, até mesmo as distrações nos cegam, e fazem a gente se sentir perdido ou distante, de modo que parecemos nos afastar dele.

Ah, mas quem é ELE? Ele é aquele que mesmo quando me distancio, me puxa, com suas cordas de amor! Ele é aquele que me fez sementinha na barriga da minha mãe, me fez promessas desde o ventre. Aquele que formou cada pedacinho de mim e me entreteceu de maneira terrível e maravilhosa!

Ele estava comigo quando eu nem sabia falar ou andar. Estava com meus pais e minha família, dando suporte preparando tudo.
Sabe quem é ELE? Eu preciso muito falar! Não sei se saberei explicar o motivo pelo qual é impossível abrir mão DELE! Tem que experimentar!

ELE estava comigo quando eu, ainda criança, me debruçava na janela e admirava as estrelas, e ouvia ele me dizer que as estrelas eram como seus olhos sobre mim. Tínhamos até uma estrela preferida, uma que todos os dias a gente olhava, e quando a estação mudava, não tinha problema, ele soprava o vento, ou fazia cair a chuva e em tudo, tudo mesmo, ele me fazia sentir sua presença.

ELE é aquele que me viu na adolescência, cheia de medos e neuroses, cheia de mentiras na minha cabeça, dizendo que eu era incapaz, feia, invisível. ELE ME VIA! Ele viu minhas primeiras decepções, e rapidamente me ensinou a transformar dores em textos, emoções em adoração.

ELE é quem me ensinou a cantar, me ensinou a escrever. E que gostoso foi a primeira vez que eu eu entendi o que eu lia! Sim, quando eu li a Bíblia e pela primeira vez foi mais que palavras decoradas ou bonitas, ele me abriu os olhos!

ELE é quem desceu sobre mim como fogo em um momento em que eu achava a vida tão sem graça, tão sem sentido. ELE me fez pura emoção, toda coração mas vem me ensinando desde então a transformar isso tudo em algo que seja bom.

ELE me deu musicas, me deu letras, me deu os textos que escrevia em cadernos e agora escrevo aqui. ELE, com Seu Espírito, transformou minha personalidade, e dia após dia é um desafio viver, sim é árduo! Mas quando eu me lembro de quem eu era e de como ELE me transformou, sei que a sua obra ainda não acabou e estou sendo dia a dia lapidada. Lembro que vencerei novamente.

ELE, é quem me deu o sonho de sair da minha cidade, quando eu nem imaginava pra onde, ELE que me faz ir de um lado para o outro, me faz entrar pelas portas ou sair delas.
Não, homem nenhum controla a vida daquele que é nascido de Deus, pois anda conforme o Espirito o guiar. ELE abre a porta, fecha, ou nos faz esperar. Tudo para seu propósito.

ELE é quem mora comigo, dorme comigo, come comigo, anda comigo, me acompanha no transporte público... ELE faz o solitário habitar em família e a mim, em qualquer tempo, mostra que é EMANUEL! AS vezes todos se vão, mas ELE está aqui, do meu lado, dentro de mim.

ELE é JESUS CRISTO! É o PAI CRIADOR! É O ESPÍRITO SANTO! Deus TRINO! Lindo!

ELE é tudo. Não tem como escapar de seu amor! Até mesmo as dores vividas, por elas eu hoje agradeço, pois ele faz com que todas as coisas contribuam para o bem daqueles que o amam.

ELE me fez para um proposito e cuida desse proposito. Não é sobre humanismo, nem exaltação do homem. Pelo contrário! Quando Deus decide pôr alguém no mundo ele possui uma meta. Meu sucesso só é sucesso se de fato eu estiver cumprindo o que ELE me fez pra ser! Sucesso é estar no centro da vontade de DEUS!

E sua vontade é doce, perfeita, boa e agradável! Ainda que de longe não pareça, quando estamos perto, no centro, entendemos que não há melhor lugar para estar.

Quem é Deus pra mim? TUDO! Pai, irmão, amigo, conselheiro, psicólogo, terapeuta, médico, orientador físico, professor, coach, mentor, líder, pastor, SENHOR!

As vezes eu não entendo algumas características minhas. Eu juro que já sofri por tê-las. Já ouvi algumas coisas ruins por alguma delas. Mas uma coisa, nos últimos anos, ELE tem me ensinado: que tudo em mim é para sua glória e NELE eu sou moldada, melhorada e lapidada, e tudo o que parece defeito pode se tornar qualificação para o SEU propósito.

PAZ. ELE é PAZ! PAZ pra viver feliz, sem se deixar levar pelas cobranças da vida, pelas palavras duras, pelas decepções, pelas falsas expectativas.

Quem é ELE? ELE é AMOR! NELE se encontra a fonte de todas as bênçãos inclusive, da principal, a salvação das nossas almas! ❤

E de quê devemos ser salvos? Do pecado, da morte e do mal. Do engano deste mundo! De nós mesmos! E não é porque eu ou você sejamos bons ou porque não temos defeito.. imagina! Cada dia que passa vejo que, se dependesse de mim pra conquistar o coração de Deus, das minhas boas ações ou bons sentimentos, eu estava ferrada! =D

A maior PAZ de ser salva por ELE é saber que tudo o que há de bom está NELE. Preciso então me lançar NELE, correr pra ELE e estar NELE para que aí sim, eu possa ter boas coisas fluindo de dentro de mim. Pois tudo que tem de bom em nós são seus traços, a semelhança DELE em nós, desde quando nos criou...

Poderia escrever muito mais, mas é impossível descrever o que é indescritível! DEUS! Meu Rei e Redentor! ELE É TUDO PRA MIM!

Não me envergonho do seu amor!

Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.
byPIU

domingo, 9 de julho de 2017

O mundo é palpável!

Vista do Bus


Eu poderia escolher qualquer outra foto no meio das mais de 1500 que eu tirei durante minhas férias. Mas escolhi esta aí de cima. Acho que talvez, ela represente melhor como foi estar lá: liberdade, calma, paz, descanso. Isso é ferias! :)

Mas o mais legal é justamente o fato de eu estar fazendo algo que aqui em meu país seria impossível! Sentar de pernas pro ar, e admirar a vista de dentro do bus enquanto retorno pra casa em um dia de chuva. Pelo menos, na minha cidade, não seria bem possível, pois na maioria das vezes o trânsito e o layout do meio de transporte não permite isso.

Esta é a parte de cima de um ônibus inglês. Típico ônibus de dois andares da Inglaterra. No último mês, realizei um sonho antigo que era conhecer a Inglaterra e fazer um intercâmbio para aperfeiçoar meu inglês. São tantas coisas pra falar, e eu já iniciei vários posts sobre mas acabei parando.

Até que estava revendo as fotos e me deparei com esta. Quase que me transportei para lá novamente! Por isso que eu amo fotos! Tiro foto de tudo! Porque quando não pudermos mais estar lá a foto nos levará de volta por alguns instantes.

O que posso dizer então sobre estas férias, sobre esta experiência? Voltei diferente. E espero permanecer assim. Algumas pessoas já falaram que to metida, mais quieta... sei lah..rs.. isso acho que vai depender da perspectiva de cada um e do quanto você me conhece. Mas com certeza algo mudou aqui dentro.

Nunca havia feito uma viagem para outro país, muito menos tão longa. Acho que para uma primeira viagem, fui escolher logo um país com uma cultura tão oposta a do meu. Aprendi a agradecer por tudo, a ser amável com as atendentes de lojas, com o motorista do ônibus, a esperar minha vez, a readaptar meus horários... Aprendi que posso tomar um belo banho em apenas 10 minutos, que posso sim sobreviver com apenas um banho por dia (algumas restrições da casa de família que fiquei).
Aprendi que apesar de amar linguiça, bacon e batata, comer isso quase todos os dias me enjoou e me fez sentir tantas saudades de um simples prato de feijão preto no alho com arrozinho! Mas, aprendi que meu paladar é bem versátil, pois não tenho do que reclamar.

E tantas outras coisas! Parece que a cidade que eu morei por 28 dias entrou dentro do meu coração e fez um buracão irreversível! Então, eu não vou mais ser a mesma, talvez nunca mais volte ao tamanho normal. Nem meu coração e nem minha cabeça. Por isso, eu viajaria muito mais vezes e pra muito mais lugares quantas vezes eu puder!

Pois como é bom ampliar nosso olhar, nossos julgamentos, nossa visão! Como é bom entender que Deus é Deus em todos os lugares, a terra e toda a sua plenitude são dele! E não tem essa de estar mais segura aqui ou lá, porque Ele está com você onde for.

E é lindo ver paisagens diferentes, climas diferentes! O dia lá parece que nunca acaba, mas nem por isso as pessoas perdem a noção do tempo. Elas cumprem seus horários de jantar, de sair do trabalho, de dormir. Não tem essa de culpar o sol brilhando pra ter se esquecido de ir tomar banho.

E as amizades... eu não sou do tipo que sai falando com todos. Até falo, e procuro me comunicar o quanto possível, mas amizades, companhias são coisas bem específicas e seletas para mim. Quando você está fora da sua nação, ao encontrar algum conterrâneo, instantaneamente vocês se tornam friends, mas ainda assim, foram poucas as pessoas que se fizeram lar. E essas eu não irei esquecer.

E a praia, ah! Essa sim é minha companheira fiel! Não tem como negar! Qualquer lugar perto do mar pode ser meu lar, com certeza! Ele é mar onde você for! Pode ser mais verde, mais azul, mas denso, mais salgado, mas é mar e você se sente diante da infinitude do mesmo jeito! Se sente pequeno, e como grão da areia como em qualquer lugar! Excelente companheiro de reflexões.

Eu poderia falar sobre dicas do quê fazer por lá, falar sobre a agência que intermediou meu intercambio, indicar a escola..etc. Mas isso tudo você vai achar por aí. Prefiro falar das coisas intangíveis. Sabe, aquela abstração que só quem foi e sente sabe?

Meio difícil de descrever, neh? Mas esta é a ideia. Transmitir toda essa onda de sentimentos, todas essas sensações que só quem viaja consegue saber e te deixar com vontade de experimentar!

Não precisa ser pra outro país. Talvez teu sonho seja um outro estado, afinal, nosso Brasil já tá repleto de cultura diversa por onde a gente olha! E que pais rico é o nosso!
Talvez eu consiga ser mais precisa se destacar alguns pontos que pra mim são os mais fortes desse tempo vivido:

1. Todo medo pode ser vencido!

Eu nunca havia viajado de avião. Tenho medo de altura. Duas premissas verdadeiras que pareciam excludentes. Mas sempre que eu olhava um avião, eu pensava "eu ainda vou voar nisso, mesmo com medo, não sei como". E assim foi. E eu gostei bastante! Dica: pense coisas boas, lembre que é o meio de transporte mais seguro que existe e que todo mundo tem sua hora. Se a tua chegar não vai adiantar evitar, pode ser no avião, na calçada da tua casa, no chuveiro, na manicure... ou quando for velhinho..rs. Deus no controle.

2. Todo sonho pode ser realizado!

Eu sonhava há muito tempo com uma viajem para a Europa. Quem é meu amigo sabe bem disso. E como isso era um sonho distante. De repente, Deus foi me dizendo pra tirar o passaporte, ir pesquisando, ou seja, fazer o que estava ao meu alcance. E todo o resto foi acontecendo! Acredito que se o sonho é sonho de Deus pra você, é edificante, vai trazer o bem pra tua vida, com certeza Deus pode realizar! Agora eu simplesmente acredito em todo o resto que eu desejo! Se ele quer o que eu quero, vai dar certo!

@copyright @prisvieira
Torre Eifel - uma das viajens de fim de semana.


3. Os ingleses são gentis

Antes de ir pra Inglaterra, pensei que não ia poder nem soltar uma gargalhada perto dos meus hostparents ("pais" que me receberam durante o tempo lá). Que nada, eles eram alegres, divertidos, amorosos! Claro, não são de muito pegar, encostar e abraçar, mas é porque eles respeitam seu espaço, eles são educados e não saem quebrando aquele nosso bloqueio invisível de proteção que todos nós temos em nosso corpo. Sinceramente, amei!

4. Você pode fazer uma ótima amizade com alguém que não fala a tua língua

Muito engraçado, conheci pessoas de linguás e nacionalidades bem distintas mas todos nos comunicávamos, claro, em inglês. Mas o mais interessante é que, o que faz você entender a pessoa, ter afinidade ou virar amiga, não é a língua em comum, mas a leitura da alma. A gente encontra almas reais, almas que se identificam e, ainda que a cultura, a idade, a religião e as aspirações sejam diferentes, vocês podem ser amigos e se entender perfeitamente bem!

5. Mesmo longe você pode se sentir em casa

Acho que o que faz o ser humano se sentir em um lar é definitivamente bem diferente de cimento, tijolos, telhado... e sim o amor! Você se sente bem quando retorna a sua cidade, não porque ela é bela e perfeita, muitas vezes você nasceu num lugar bem ruim. Mas, como diz C. S. Lewis, você tem afeição por ela, e isso te faz sentir em seu lar. E assim, pode ser qualquer lugar onde você encontre afeto, cuidado, amor e paz.

6. O mundo é palpável!

Em uma das minhas postagens no instagram, eu escrevi a legenda "the world is touchable", que posso traduzir aqui por "o mundo é palpável". Sim! Seja há 2, 3 ou 11 horas de onde você vive, você pode ir até lá e pode pisar no chão de outro continente, comer a comida de outra cultura, viver a vida com pessoas totalmente desconhecidas, usar outra moeda, pegar o trem, ir na Starbucks (que parecia ter mais do que Mc Donalds por lá) e sentir os cheiros, os gostos. Você vai ver os mendigos, os andarilhos, os músicos de rua, as pedras, as árvores. Vai sentir o vento, o sal, o açúcar!
Vai ao supermercado, à farmácia e se sentirá pisando um lugar que por alguns instantes parecerá tão perto do teu lugar de origem. As vezes até esquecerá que está tão distante.
Só quando estamos no aeroporto que lembramos que é bem longe e precisamos voltar.


O mundo é pequeno para quem quer voar e grande demais para não ser explorado! 

Enfim, acho que vou terminar aqui. Não sei se esta postagem ficou tão boa quanto eu queria e se consegui transmitir o que vivi e senti. Talvez, isso seja implicitamente impresso em minhas próximas postagens. Afinal, torno a dizer, aquela cidade que morei por um mês entrou em minha alma e ainda está aqui. Na verdade, acho que nunca mais sairá.

******Viaje!
**********Sonhe!
***************Acredite!
**********************Realize!
****************************Mantenha a fé!
****************************************Abra sua mente e seu coração!

photo byPIU @prisvieira
Seven Sisters - Seaford - England - UK
@byPIU
#embreve versao inglês desta postagem =)

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Tremor

Estou há 1 semana de entrar de férias.
Estou bastante ansiosa pois esta será bem diferente das demais. Me faz pensar em tanta coisa que já enfrentei na minha vida até aqui. Como às vezes me sinto cansada, mas ao mesmo tempo sinto que ainda há tanto pra fazer.
Rola um misto de gratidão com tensão.

De todas as lições que tenho aprendido na vida, a que mais tem latejado no meu peito é: viva o seu tempo, cada momento da melhor e mais intensa maneira possível, fazendo acontecer o que te cabe fazer acontecer e entregando pra Deus o que não está sob seu controle.

Criada em igreja evangélica pentecostal desde pequena, acabei ficando muito "mística", quero dizer, vendo as coisas muito pelo âmbito sobrenatural e esquecendo que há parte natural a ser feita.

Sempre corri atrás do que queria. Mas os maiores sonhos, por parecerem tão inalcançáveis, eu desanimava só de pensar neles. Me batia o medo, uma frustração... ainda é assim, na verdade.

Na realidade, geralmente esses sonhos estão relacionados a coisas das mais difíceis de controlar, coisas que exigem que eu avance por terrenos movediços, incertos, que me levam a total dependência de Cristo.
E não estar no controle me dá muito medo! A possibilidade de me ferir, me machucar, me decepcionar ou de não dar certo assusta e me faz pensar que ficar como está é sempre o melhor, afinal, é mais confortável.
E toda a ansiedade, doação e sacrifícios que esse tipo de coisa envolve faz o coração tremer.
É isso! Meu coração treme.

Mas Deus tem me ensinado que o medo, o temor e o tremor sempre estarão lá.
Imagine, quem nos garante se David não sentiu nervosismo diante do gigante? Quem nos garante que Ester, diante do rei Assuero, não sentiu tremendo medo de ser rejeitada e morta?
Mas eles não se renderam, eles enfrentaram o medo.

Esta é a questão! O medo, a dificuldade, as impossibilidades sempre existirão, sempre. Principalmente para aqueles sonhos grandes, aqueles que parecem tão distantes que chegam a parecer miragem, mas sempre estão ali, pulsando no seu coração, como brasas que esperam por um sopro para pegarem fogo.

Nem tudo é cor de rosa. Fato.
E não é moleza realizar, crer e persistir em um sonho. Mas se você não tentar, não arriscar, ficará sempre no "ah, se.. " ou no "eu queria tanto".

Creio que Deus nos deu um cérebro pra planejar, um coração para ousar e fé para perseverar. Ele abre o caminho e faz milagres onde for necessário!

E que nossa vida seja mais que o básico, mais do que o que é possivel aos nossos olhos.. que ela seja regada por milagres!!! Em todas as áreas... financeira, profissional, pessoal, sentimental.. milagres pequenos ou grandes...

Ele, Deus, faz todas as coisas, todos os caminhos, todas as pessoas que encontramos, todas as dores que sofremos, todos os foras que levamos, todas as carências e desertos contribuírem juntamente para o bem daqueles que o amam e são chamados pelo seu propósito.

Enjoy the life !



byPiu

terça-feira, 11 de abril de 2017

Nós, os ansiosos

Uma amiga fala que precisa marcar um encontro para colocar o papo em dia, e você já fica pensando em quando poderá ser, onde, como, quem mais poderá ir, o quê comer?
Esperar 10 minutos para você é como se fosse a espera de 1 hora?
Sua língua não dá conta de tudo que teu cérebro quer expressar?
Então, bem vindo ao clube dos ansiosos!



Somos inquietos. Ficar parado olhando pro nada não é uma opção. Nunca, jamais! Temos que estar fazendo algo, objetivo, que ocupe de fato as nossas funções cerebrais.
Silêncio total? Que tal pôr uma música? A não ser que estejamos a fazer o que mais amamos: planejando! Maquinando, elucubrando, desenhando, modelando e analisando o futuro.

O quê comprar no super mercado amanhã? Viaja em 2 meses e já quer arrumar as malas? E aquela mensagem de texto que você enviou e não responderam? Será que a pessoa foi abduzida por extra-terrestres?

O ansioso é sobretudo imaginativo, especulativo. Ama criar novas idéias e precisa estar sempre se ocupando, seja com seus hobbies ou com o trabalho. Se for um ansioso criativo então, com uma veia artística como eu, estar desocupado é motivo para ficar depressivo.
Quer ver um ansioso calmo, dê algo para ele planejar. Algo futuro para que ele coloque sua imaginação e inquietação em uso. Você pode tentar também outros tipos de calmantes naturais, como praia, música, dança, chocolate, doces, uma história empolgante, abraços apertados e sorrisos escancarados.

E o ansioso sofre, e como sofre! Ele não entende por quê as coisas andam tão devagar. O relógio é um inimigo voraz.
As redes sociais precisam ser usadas com moderação e as notificações do smartphone, de tempos em tempos, desativadas, pois existem momentos em que a ansiedade pode virar angústia.
É preciso relaxar, acalmar e respirar fundo. Nós, os ansiosos, temos a tendência a querer controlar o tempo, a dar um jeito pra tudo e resolver logo todas as situações, da maneira mais imediata possível. Queremos aprender rápido, planejar rápido e executar mais rápido ainda.

Mas, com o tempo, a vida ensina que ir devagar também faz parte e que o ansioso precisa aprender a se controlar. Então, depois de uma quebrada de cara aqui, uma trombada ali, agente descobre que existe um freio que pode ser acionado sempre que necessário e valoriza o 'estar quieto'. Valoriza a espera, a demora e até o atraso. A vida faz descer goela abaixo a verdade amarga de que tudo tem um tempo certo, e tem que ser assim e ponto!
Até porque ninguém merece um ansioso o tempo todo, neh? Cuidado pra não ficar chato! =D

Por isso, procure ser leve, procure descobrir uma válvula de escape saudável e largue essa mão do controle, deixando as coisas estar. Hum... essa expressão 'deixe estar' dá até tique, neh? Como assim deixar rolar? As coisas precisam ser feitas com ordem, precisam ser organizadas, calculadas, premeditadas... ooops! STOP!

Nem tudo na vida é controlável, bebê! Segura a onda e sim, deixe ser, let it be! E quando for pra equilibrar aquelas pessoas extremamente calmas, use a ansiedade pra dar impulso, mas só pra pegar o motor, e depois deixe correr.

Você precisa aprender a esperar em calma.

A ansiedade é como uma alavanca no mundo. Mas equilíbrio é também importante no nosso pequeno mundindo pessoal de expectação.

byPIU
"Pra começar
Cada coisa em seu lugar
E nada como um dia após o outro"
(Tiago Iorc)


sábado, 1 de abril de 2017

Nós, os amorosos





Você é do tipo que adora um abraço? Fazer carinho é algo tão bom quanto receber.? Você escreve poesias, canções, beija, chora, gargalha, tudo com muita intensidade?
Sim, nós somos os amorosos. Somos confundidos com melosos, grudentos ou sensíveis demais.
Mas tudo que somos é pessoas com o amor à flor da pele.

Nós nos apegamos às  amizades e sentimos muita falta delas. E então, agente vai mandar uma mensagem, vai ligar, vai mandar coraçãozinho. A gente pode até ficar chateado se não for correspondido, mas continuamos amando pois é o que somos.

Quem é amoroso sente tudo com profundidade. Percebe, observa, pergunta, se fere com a ferida do outro e se alegra com a conquista também. A gente valoriza todos os tipos de relacionamentos e acredita que o amor é o que move o mundo.

A gente não consegue entender como tem gente que faz mal pro outro sem razão, que deseja o mal. Ta aí uma coisa que deixa um amoroso com muita raiva, a injustiça e a maldade.
E quando lidamos com gente fria? Eita, é o mais difícil... Porque a gente pode até parecer frio também perto de gente assim. Mas bastará a aproximação de outro amoroso para nossa verdadeira identidade se revelar.

A gente chora fácil,  se emociona fácil, ri fácil também. A gente ama presentear, fazer um mimo, elogiar, abraçar apertado, toque de mão, troca de afago.

Mas num mundo tão gélido e superficial, onde as pessoas preferem se isolar e têm tanto medo de amar, onde o amor é tido como uma fraqueza, a gente pode se sentir terrivelmente perdido.

Nossas ações podem ser mal interpretadas ou desacreditadas, afinal, todo mundo parece agir em interesse próprio, mas o amoroso, ele pode simplesmente te fazer bem porque te ama e pronto. Simples assim. Se você der algo em troca, o surpreenderá.

Não que não nos machuquemos com a ingratidão e o desprezo. Mas é que a gente sabe que no fundo, todo mundo precisa de amor, e nossa intenção é só colorir essa tela monocromática da vida de muitos.

Onde for, um sorriso. Pra quem for, um coração. A quem quiser ou precisar, um abraço.
Nós, os amorosos, às vezes parecemos não nos encaixar neste mundo, mas somos exatamente o que ele precisa.

#maisamorporfavor





byPIU

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

"Não confunda desejo com certeza"

"Não confunda desejo com certeza"

Esta frase foi dita pela personagem Violet Crawley, a matriarca da família Crawley em um dos episódios da série Downtown Abbey.

Na época, inciei este post, colando a foto dessa personagem que emitia várias frases bacanas como essa, mas acabei por fim, não escrevendo nada. Acho que ainda não estava amadurecida o suficiente para aceitar essa verdade: Desejo não é certeza.

Muitas vezes queremos tanto algo, que o visualizamos quase que esquizofrenicamente, e acreditamos muito que poderá ser real um dia. Acreditamos tanto, que o desejo torna-se uma fé que parece mesmo capaz de mover montanhas.

Mas a fé sem um firme fundamento não é mais do que emoções e força de desejo que culmina em pensamentos positivos que te fazem "sentir" que algo pode ser conquistado, alcançado ou simplesmente acontecer. Infelizmente, porém, confundimos nosso desejo com certeza.

O desejo sozinho não muda nada. A vontade sem a força não te levanta da cama. A fé sem fundamento só te cega diante da realidade. É preciso usar o tal pensamento positivo para agir, para organizar as ideias e verificar o que se pode fazer para conquistar de fato o que se quer.

Claro, orar a Deus, ter fé que ele lhe abrirá as portas, te deu inteligência e vida para correr atrás dos teus sonhos é fundamental. Eu não consigo tomar decisão alguma que seja acertada sem a direção Dele. Mas ele dá a direção, a decisão quem toma sou eu. A atitude de se levantar e agir diante de uma situação é minha, nem que a atitude seja orar, pois há de convir que existem fases na vida em que é somente o que nos resta.

No entanto, o que quero tratar aqui é sobre aqueles sonhos, aquelas metas mal definidas da nossa vida. Aquela viagem dos sonhos, aquele emprego, aquele salário, aquele casamento, aquele carro, aquela missão social, aquela música não escrita, aquele instrumento não tocado, aquele concurso...
Sabe, aquelas coisas que sabemos que demanda muito mais do nosso esforço do que de ação sobrenatural? Então, não se realiza somente com desejo.

Há também a questão do amor. As vezes queremos tanto alguém ou estar com alguém que, ao menor sinal de possibilidade, ou na primeira pessoa legal que parece te dar bola, coraçõezinhos começam a brotar dos olhos e o desejo de estar com a pessoa é tão forte, que acaba que se torna utopicamente uma certeza falsa de que a pessoa te corresponde, quando na verdade não. Muitas pessoas tendem a permanecer em relacionamentos nocivos, sem atitude alguma, pela "certeza" de que o outro o ama ou se importa, quando na verdade não.

Tenhamos cuidado com nosso coração, ele é enganoso. Cuidado também com nossas emoções pois elas mentem e nos confundem. O quanto mais pudermos ser racionais melhor. Mesmo a fé, ela deve ter razão em si, estando fundamentada em sólidas convicções de que há um Deus que tem planos melhores para nós e nos dará discernimento e tempo oportuno para realizar.

Não confunda desejo com certeza. Certeza, só se tem diante de fatos conclusivos. Desejo é apenas desejo.

DICA:

Enumere seus sonhos:

Liste seus sonhos e marque um check nos que já realizou. Os que não realizou, pare e pense o quê tem feito para que se realizem. Reflita sobre eles, se realmente são sonhos que edificarão a tua a vida e/ou a de outros ao redor. Qual é o foco e objetivo de cada sonho?
Vale a pena? Então bora começar a lutar por eles! Nunca é tarde para sonhar!



bYPIU

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sobre a Música

Estou agora ouvindo uma banda que eu gosto muito, Switchfoot. Fico viajando na melodia e por vezes sinto me transportar pra outro lugar longe de tudo.



Eu sempre fui muito exigente com a música, muitas vezes taxada como preconceituosa. Mas a verdade é que eu não simplesmente ouço a música, eu sinto, eu respiro e deixo que ela penetre a alma. Se a música não for boa, como deixar ela ocupar todo esse espaço em mim? Será apenas um bla bla bla.

Claro que há a questão do gosto, que cada um tem o seu. Mas existem aquelas músicas que, independente do ritmo, você sente algo além quando ouve. Aquelas canções inesquecíveis que fazem sucesso não somente porque têm a "formula mágica" pra grudar nos ouvidos mas porque são de fato marcantes.



Há músicas que te fazem lembrar da infância, do amor vivido ou não vivido, de dores sofridas, de dores superadas. Há músicas que até mesmo são capazes te fazer superar um momento. Uma música pode te pôr pra cima, te fazer lembrar que a vida continua, te renovar a esperança.
Tem aquela música que te poe na realidade, te faz refletir, pôr o pé no chão. Tem música que te faz lembrar da família, das suas raízes. Outras, te remetem a um futuro que você nem mesmo viveu, mas através das notas você consegue se transportar pra lá de maneira quase palpável. O mesmo pode ocorrer com o passado. A música pode te fazer chorar de tristeza, e de alegria. Pode te fazer dançar sozinho ou te fazer ficar parado olhando pro nada.


Tenho certeza que cantar, tocar, escrever e dançar, talentos relacionados à música, são dons que vêm do céu, pois podem cumprir propósitos sobrenaturais.

Claro, tem aquelas músicas que simplesmente nos fazem curtir, mas até nisso elas podem mudar nosso humor num momento de stress e nos fazer respirar fundo e pôr a bola pra frente.



Que a gente observe mais o que a gente ouve, numa época em que tanta coisa estranha é chamada de música. Tenho por mim que a música está para nossa alma assim como como o alimento está para o corpo. Se for saudável, vai te fazer sentir bem e te dar saúde. Se não for de qualidade, pode até te divertir de momento, mas será poluição para seu interior (tipo aquele big mac, sabe?)
Como cristã, acredito também no poder espiritual da música. Mais um cuidado que temos que ter. Há músicas muito boas tecnicamente falando, mas podem te deixar depressivo, pro exemplo. Outras, podem ser literalmente a voz de Deus falando com você.

São tantas músicas boas e inesquecíveis... independente do estilo que você curta, imagino que sente algo ao ouvir as tais...

Posso citar algumas e acredito que você irá concordar comigo:

"Viva la Vida" - Coldplay
"Take my breathe away" - Top Gun / Berlin
"My heart will go on" - Titanic / Celine Dion
"Just the way you are" - Bruno Mars
"What a Wonderful World" - Loius Armstrong
"Shout to the Lord" - Darlene Zscherch
"Preciso de Ti" - Ana Paula Valadão
"Com muito louvor" - Cassiane
"Ao Deus da minha Salvação" - Aline Barros
"With or Wihtout You" - U2
"We are the world" - Lionel Richie / Michael Jackson
"Endless Love" - Lionel Richie
"We are the champions" - Queen
"Oceans" - Hillsong
"Fico assim sem você" - Claudinho e Bochecha
"Aquarela" - Toquinho
"Sublime" - Leonardo Gonçalves
"Via Dolorosa" - Sandi Patty
"Mão do Mestre" - Cristina Mel
"Deus do Impossível" - Alda Célia
"Não me deixe te deixar" - Novo Som
"Águas de Março" - Tom Jobim
"My Place in This World" - Michael W. Smith
"Bridge over trobled waters" - Elvis Presley
"Dare You To Move" - Switchfoot
"Think out Loud" - Ed Sheeran
"Espinhos" - Logos
"How Great Thou Art" - hino tradicional cristão
"Aleluia de Handel" - Handel
"I wont give up" - Jason Mars
"Hosana" - Brooke Fraser / Hillsong



Dentre tantas outras... (Claro que meu gosto interferiu em algumas dessas sugestões.. :D). Se não conhece alguma, sugiro jogar no Google e ouvir.
E você? Qual música pra você é inesquecível e te faz sentir algo além do normal quando escuta.



byPIU


sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Talvez seja preciso

Talvez eu tenha que saber apreciar a chuva para valorizar o verão.
Talvez seja preciso sentir o vento frio e cortante do inverno para apreciar o calor
Talvez seja necessário atravessar caminhos de pedras para valorizar a maciez de uma grama
Talvez tudo na vida seja questão de adaptação, superação e entendimento de cada etapa do caminho.
Talvez seja preciso a solidão para que se valorize a presença dos amigos
E até a distância para valorização da presença.
O rei Salomão, em um de seus versos de sabedoria
Chega ao extremo de dizer que o momento do luto é mais proveitoso que o do nascimento
Tendo em vista que são nesses momentos que refletimos sobre a fragilidade da vida.
É sabido que vale é um lugar baixo entre duas montanhas.
Você pode já ter alcançado a primeira
Mas se quiser passar dessa pra outra, terá que descer ao vale.
Talvez seja apenas uma questão de calma.
E que seja assim como tem que ser.
As quatro estações, os ciclos da vida.
Apressar só fará doer.
Calma.
byPIU