segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Avaliação de fim de ano

Todo mundo fazendo sua avaliação de fim de ano.
Eu avalio este ano como um ano um tanto difícil. Ano que exigiu de mim muita força, coragem, confiança e mais.. amor.


Somos livres pra ser felizes, em Cristo!!!



Este ano aprendi mais sobre mim, sobre relacionamentos, sobre amizade, sobre verdade. Aprendi que Deus realmente dá discernimento a quem o pede mas também nos permite quebrar a cara quando insistimos em fechar os olhos às evidências.
Aprendi que é totalmente impossível seguir na estrada sozinho(a). Impossível seguir adiante sem a paz da companhia de Deus. Impossível amar sem perdoar, dar o seu melhor sem paixão e agradar a todo mundo sendo você mesmo.
Aprendi que, mais do que nunca, que ser quem você é, ser íntegro, sincero e leal requer um preço. Aprendi que sempre é possível recomeçar, dar a volta por cima, sorrir intensamente após uma crise.
Aprendi que eu sou a igreja, eu sou a casa espiritual de Deus que pode ser canal de paz ou discórdia. Aprendi que essa casa pode se deixar encher de pensamentos destrutivos ou de pensamentos construtivos. Aprendi que eu posso sim acreditar nos meus sonhos mais loucos mesmo que ninguém mais preste atenção, mesmo que os tenha esquecido pra sempre.
Aprendi que o passado deve ser rasgado e lançado no lixo e o futuro e o presente é onde devemos nos apegar. Hoje sei que é possível fazer com que uam mesma música que antes me trazia uma memória ruim possa ser transformada em uam outra memória. Posso criar novos carimbos no meu coração em relação às mesmas coisas e o que era um trauma pode passar a ser uma superação.
E sei, eu creio, tudo é possível ao que crê! O que coloco diante de Deus ele sempre, sempre resolve. Muitas vezes eu posso reclamar sem entender o que ele está fazendo, mas no fim eu sempre vejo que ele está fazendo o melhor.
Aprendi que posso e devo melhorar a cada dia, me dedicar e amar o que faço, e se for preciso, de vez em quando, dar um freio na vida e parar tudo só pra me encontrar comigo mesma e com Deus.
Se conhecer é preciso. Se amar é preciso. E descansar nos braços de quem sonda o coração muito mais ainda.

Obrigada, Deus!! Você me sustentou com mão forte e me faz cruzar este ano com muita tranquilidade e certeza que o milagre é só uma questão de fé e atitude. Esta é a palavra de Deus para 2013: Perserverança. Insista! Os sonhos de Deus jamais vão morrer. Jamais deixe de orar, amar e ser feliz e sincero! Sempre valerá a pena!

Adeus 2012. Sua hora chegou! Agora que venha 2013 !!!! Que as pessoas conheçam mais de Deus neste ano e anseiem por terem um relacionamento, não com o pastor, com o padre, com a igreja, com o patrão, mas com DEUS. Este é o relacionamento mais importante e profundo que você deve ter... com Ele todos os demais serão abençoados. =)

MUITO AMOR no ANO NOVO !!!!!!!!! FELIZ 2013!!!!!! Yeah!!!!!!!!!!!!!!! :)


Descansando nos braços do Pai... esse é o caminho!!!

byPIU

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Amanhã!



Não posso prometer que amanhã já terei mudado, superado tudo que me desgasta, esquecido tudo o que me machucou, deixado de lado tudo o que me incomoda, muito menos que serei a melhor pessoa do mundo.
Amanhã, pode ser que o erro qiue cometi hoje e detestei ter cometido, eu volte a cometê-lo novamente.
Não posso prometer que estarei sorrindo o tempo todo, nem que conseguirei agradar a todo mundo. Muito menos me sentir feliz com as atitudes dos outros. Talvez eu jamais consiga entender certas coisas e continue irredutivelmente cabeça dura pra muitas questões, e por outro lado, abandone idéias que pensei que jamais abandonaria, pois não posso prometer ser perfeita. Afinal, ninguém o é.

Mas, pode acreditar... amanhã, assim como hoje, eu irei lutar, lutar muito para melhorar.
Vou olhar para você e vou tentar do fundo do coração enxergar apenas o melhor. Vou lutar terrivelmente contra meuar cuidar muito melhor dos meus relacionamentos do que hoje.
Vou procurar olhar tudo sob uma ótica otimista e agradável. Vou tentar pensar menos nos meus problemas e tornar o mundo de quem amo melhor pra se viver.

Não prometo mudar o mundo amanhã. Nem antes que ele acabe .. mas prometo tentar apaixonadamente tentar mudar o meu mundo e o teu. Transformar a tristeza em alegria, a tribulação em calma, e trazer fé à falta dela.

Mas, te juro, se eu não conseguir, é porque eu sou mesmo como você. Cheia de problemas, e também cheia de venturas. Cheia de derrotas e também cheia de vitórias.
E tenha certeza, como sei que realmente não darei conta de toda essa mudança sozinha, estou colocando tudo isso aos cuidados de Deus. Ele sabe das intenções de cada coração.
Sabe que muitas vezes até por muito amar, causamos um estrago tremendo ao redor.

Por isso peço ajuda a ele pra reconstruir  o que eu tiver destruído e espalhar o melhor de mim e não o pior, e assim também obter o melhor das pessoas que ele coloca em minha vida, podendo fazê-las felizes. Vou guerrear contra mim mesma, usando as armas do bem. Afinal, o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta... O amor sempre vence!

"Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. "
Romanos 7:15

E, pelo menos isso eu posso prometer que continuarei a fazer...buscar amar muito!

Eh... E de resto, agradeço a Deus por misericordiosamente me (nos) amar incondicionalmente.

sábado, 27 de outubro de 2012

Uma questão de paciência e resiliência.

E como é difícil controlar a língua!
Como é difícil controlar o coração...
Você pode fechar todas as portas
Mas se no coração ainda houver uma janela que seja
Ainda será difícil domá-lo.

Dar um tempo em algumas coisas nos faz ver como as usamos para descarregar outras
Assim como este blog... =)

Não sei o quê o amor espera de mim.
Não sei o quê esperar do amor.
Não ando muito a par com ele..
E ele nunca foi muito simpático comigo...
Sempre se escondendo, eu nunca o entendo!

Eu não sei se estou agindo do jeito certo
Nem no caminho correto.
Mas eu sei que estou dando o melhor de mim
E o melhor irá retornar para mim, de volta...

Talvez seja tão difícil haver esperança em meio à desesperança
Mas pode haver ainda fé, calma... paciência.
É tudo o que me resta ter, paciência.
Uma hora o que é certo dará certo do jeito certo....

:)

P.S. : Hoje assisti pela segunda vez um filme que gosto muito, "Letters to Juliet". Engraçado que quando o assisti pela primeira vez, tive uma interpretação, e desta segunda, outra muito mais interessante.
Então, Segue uma breve resenha do filme pra quem ainda não viu e gosta de um romance cheio de finais felizes!

Cartas para Julieta.


Sophie é uma checadora, uma espécie de detetive que investiga a veracidade de histórias antigas baseadas em fotografias ou fatos, ao que parece. Dedicada ao trabalho, romântica e sonhadora, Sophie está noiva de um chefe de cozinha apaixonado por comida italiana.
Então, eles decidem ir a Verona, na Itália, curtir uma lua de mel adiantada. Mas lá, Victor (noivo), se mostra muito mais interessado em conhecer as especialidades e segredos da cozinha italiana do que passar tempo junto a sua noiva Sophie.
Esta, por sua vez, se sente deslocada, pois não se interessa tanto assim por culinária. Então, ela descobre a Casa da Julieta onde mulheres de todos os lugares vão e depositam cartas que escrevem para Julieta Capuletto, na esperança de que sejam respondidas e encontrem uma solução para seus problemas amorosos.
Lá ela encontra uma carta há muito tempo escrita e começa então um novo momento em sua vida.
Esse filme mostra bem o perfil de mulheres românticas e apaixonadas que se entregam a relacionamentos de de todo coração, mesmo sabendo que estão fadados ao fracasso. 
A personagem parece comigo! Romântica, insistente, apaixonada, escritora, chorona e sincera!
Isso acaba nos levando a aceitar ou achar que certas situações não tão legais seriam legais.
Pois o romântico sempre tem esperança. Só deve-se prestar atenção ao que se está esperando.
Apenas uma questão de paciência e resiliência.

byPIU

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Longe de casa, perto dos sonhos!

Hoje, por algum motivo, razão e circunstância desconhecidos, resolvi começar a escrever vários posts onde contarei minha história de evolução! Na verdade a evolução ainda está acontecendo (nunca devemos parar!!!), mas vou contar desde o começo, quando tive que encarar desafios além do que imaginei poder encarar, quando precisei enfrentar situações desconfortáveis e desfavoráveis, mas que me trouxeram crescimento e aprendizado.

Espero que alguém se identifique e possa ser encorajado com essas histórias. Sei que muitos passam por situações ainda piores. Eu mesma conheci pessoas que enfrentaram empecilhos ainda maiores e não desistiram. Outros acabaram sendo vencidos. Mas ainda assim, sempre haverá outra chance de encarar uma nova batalha e recomeçar. Pois enquanto há vida, há guerra... e esperança!!! :)

1 - Desligada do mundo


 Sempre fui muito sonhadora. Por conta disso até um pouco desligada deste mundo. Vivia olhando o céu, observando as estrelas. Havia até mesmo uma estrela favorita a qual olhava todos os dias da janela do meu quarto. Ela só não estava lá no inverno, afinal, o mundo gira! Mas depois, ela sempre voltava.
E eu a olhava, a contemplava. Parecia que ela queria me contar alguma coisa, ou me revelar algum mistério escondido atrás de seu brilho.
Ali, na janela, fazia minhas orações despretensiosas e informais ao Pai e sentia meu coração arder, e sonhava...

Sou de Araruama, cidade localizada na Costa do Sol ou Região dos Lagos, litoral fluminense, com aproximadamente 120.000 habitantes,  tranquila e cheia de pessoas fortes e batalhadoras, que sabem apreciar um dia de chuva tanto quanto um dia de sol. Os dias de sol costumam ser realmente quentes e neles eu sempre dava um jeitinho de pedir ao meu pai para levar minhas primas, minhas irmãs e eu à praia.
Bons tempos eram esses em que minha única preocupação era saber se iria à praia, ou teria que me virar no banho de mangueira no quintal mesmo. Se brincaria na varanda ou dentro de casa.

Sempre acabava brincando na varanda. Boa parte dessas minhas brincadeiras era sozinha. Tenho duas irmãs mais velhas e isso fez com que chegasse rápido o momento em que estas não queriam mais brincar de bonecas.
Se bem que não foi pequeno o período em que podia brincar de desenhar bonequinhas e recortá-las com minha irmã menos velha. Escrevíamos histórias, montávamos escolinhas... Eu sempre gostei de botar minha Barbie para ter uma vida extremamente ativa: Faculdade pela manha, Ballet a tarde, curso de Inglês depois, passeios com amigos à noite.
Vida independente, corrida, animada, promissora e desprendida. Era isso que parecia para mim, uma vida adulta feliz.

Mas, como parecia distante essa realidade de mim! Sempre fui do tipo estabanada, que não sabia nem atravessar a rua sozinha. Sempre com a cabeça na lua, vivia de joelhos ralados, pois possuía uma facilidade incrível para levar tombos. Caía de lado, de costas, de barriga, de joelhos... não importava como, o importante era cair e não deixar meu joelho lisinho, para decepção do meu pai que sempre reclamava.

Que eu me lembre, não era muito de chorar, mas posso estar errada. Medrosa que só, não podia dormir no escuro, nem subir em nada alto que ficava tensa!
Aurora da minha infância! Aprendendo a ler a Bíblia com minha mãe, que sempre pareceu ser a mulher mais perfeita que conheci, sempre me interessei por Deus e por quem ele era. Como minha mãe era linda pra mim (e ainda é)! Sua mão macia e firme alisava minha testa  energicamente, todas as inúmeras vezes em que batia minha cabeça na parede. Isso não melhorava muito. Na verdade, as vezes até doía, pois apertava o local dolorido pela batida, mas o seu cuidado, seu carinho eram capazes de me fazer sentir tão melhor, que eu deixava.

E o mais incrível, ela sempre pareceu me entender. Quando eu derrubava um copo no chão e quebrava, quando destruía alguma louça, quando fazia lambança na mesa.. eita... ela sabia que sua filha estabanada precisava apenas de paciência.
Sempre corrigia minha postura, que foi deformada na pré-adolescência devido ao meu desenvolvimento ultra mega rápido, que me tornou uma menina de 11 anos no corpo de 18.

Acho que era muito feijão que sempre comi todos os dias. Ou leite, minha bebida preferida! Com bastante achocolatado!!! Hummm !!!
Minha primeira espinha surgiu em meu queixo, do lado direito, quando eu tinha apenas 9 anos. Aos 8, foi necessário que minha mãe me presenteasse com um sutiãzinho, o qual guardo até hoje, pois o uniforme do colégio já não podia disfarçar que eu era uma criança biologicamente precoce.

Ah, e nessa fase não eram apenas meus hormônios que começaram a entrar em erupção, mas meus sonhos também. Nessa fase, pré-adolescência, me envolvi muito na igreja. Minha família toda sempre foi em sua maioria, evangélica e da Assembléia de Deus.
Nessa igreja aprendi muitos valores, aprendi cedo a lidar com decepção, desafios, medos, humilhações e perseguições.
Aprendi também a reconhecer as pessoas logo nas primeiras conversas. Como escreveu o rei Salomão, não há nada de novo debaixo do céu. O que sucede hoje, já sucedeu antes. E com as pessoas isso funciona muito. Uma vez traído, você aprende a reconhecer um traidor bem fácil. Uma vez enganado, iludido, usado, subestimado, invejado, você aprenderá a reconhecer os mesmos tipos de pessoas ao longe. Essa é uma dádiva que Deus me deu.
Não que na minha igreja só houvessem pessoas assim. Pelo contrário! Lá encontrei pessoas que me ensinaram muito sobre confiança, paciência, determinação. Pessoas que me apresentaram as lindas histórias da Bíblia, assim como construí lindas amizades que cresceram em momentos de grande dificuldades.
Também lá, despontei meu talento para cantar e vivi momentos muitos especiais com a música e com Deus.

Mas tem uma coisa que não foi ninguém da igreja, ninguém da minha família que me deu. Muito menos aprendi na escola. A fé.
Uma das histórias mais lindas e surpreendentes da Bíblia na minha opinião é a história de José, filho de Jacó.
Sempre me identifiquei com o perfil sonhador e esperançoso desse jovem que foi invejado pelos irmãos, traído, jogado no poço, vendido como escravo para uma terra estrangeira, difamado, preso, mas que no momento certo, foi posto como governador do Egito e foi um forte instrumento de Deus para abençoar muitos povos daquele tempo, em um momento de grande escassez. E ele era o menor da casa do seu pai. O filho mais novo. Bobinho, sonhador... quem diria!

Araruama sempre me pareceu apenas um ponto de partida para mim. Sempre achei que um dia, ali não seria mais o suficiente para os meus sonhos. O que eu não sabia, era que esses sonhos não eram apenas meus. Esses eram sonhos do próprio Deus para mim, que foram plantados por ele em meu coração.

Desligada do mundo, vivia sonhando com uma realidade além. Estava ligada a algo muito maior do que minha "sem jeitisse", minha timidez, meu medo de expor a mim e as minhas ideias aos outros.
Meu coração estava sempre voando. E voando alto...

----- fim do primeiro capítulo ------

byPIU


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Plantadas pelo inverno...



Hoje resolvi escrever.
Resolvi porque estou me sentindo inspirada.
Engraçado que não sei exatamente ainda o quê escrever, mas há algo brotando no meu coração.
É melhor não escrever agora então. Talvez seja cedo para escrever.
Mas gostaria de deixar uma mensagem clichê, porém real: 'Não desista!!'.

Não abandone os sonhos, a não ser que Deus te dê outros maiores.
Guarde a fé. Persevere, acredite! Dê um chute no que dizem de você!
Dê um soco na mágoa, dê um empurrão no ressentimento. Liberte-se!!!
Libere o perdão, e escolha amar.

Amar é uma escolha, e uma escolha sem volta.
Você dá o primeiro passo e segue em frente, sem olhar pra trás.
O coração bom será recompensado com a bondade.

Fico feliz em saber que Deus está o controle de tudo.
A começar pelo meu coração.
Quando decidimos estar com ele a coisa pode se tornar mais difícil.
Pois você não vai mais enxergar as coisas como todo mundo.
Não vai mais sentir como todo mundo.
Não vai mais viver como todo mundo.
E isso talvez te torne alguém um pouco mais complexo do que já se é.

Mas, não desista. Vale tanto à pena!
E é até surpreendente como é importante ter discernimento espiritual!
E tudo é para aprender. Aprender a calar. A falar na hora certa.
A perdoar, a recomeçar, a aceitar tentar de novo.
A cuidar da plantinha que já estava sem vida.

Ah, me lembrei do texto que li ontem em um livrinho.
Achei muito pertinente e doce a mensagem.
Vou postá-la aqui abaixo.
Quem sabe, você também tenha sido machucado,
Confundido, ferido, iludido e quando achou que tudo iria embora,
Quando achou que tudo deveria ir embora com o inverno...

A primavera deu o ar da sua graça! E o sol brilhou de novo!
Te revelando que para  a florzinha do jardim ainda havia esperança.
E que ainda não acabou. É necessário continuar. Perdoar. Amar.
E seguir em frente. Sempre!

A reflexão tem como base a 2ª carta de Paulo aos Coríntios, no capítulo 6. vs 9.

"...como se estivéssemos morrendo e, contudo, eis que vivemos..."

No verão passado tínhamos um canteiro de margaridas, na chácara, que atravessava o jardim. Foram plantadas com atraso, mas como floresceram! Quando as do meio já estavam com sementes, dos lados havia ainda florzinhas recém-abertas. Chegaram as primeiras geadas, e um dia encontrei aquela radiosa beleza completamente queimada. Exclamei: "Ah, o frio foi demasiado para elas. Pobrezinhas, pereceram"; e dei-lhes adeus.
Eu não gostava de olhar para aquele canteiro, pois ele me parecia um cemitério de flores. Mas há umas quatro semanas, um de meus jardineiros chamou a minha atenção: por toda a extensão daquele canteiro havia margaridas brotando em grande abundância. Olhei, e, para cada planta que eu julgara destruída pelo inverno, haviam cinquenta plantas novas, plantadas pelo mesmo inverno. O que haviam feito aquelas geadas e ventos impertinentes?
Tomaram minhas flores, deram-lhes um golpe mortal, derrubaram-nas ao solo, pisaram-nas com seus tacões de gelo e, terminando o trabalho, disseram: "Aí está o seu fim." Mas, na primavera havia para cada raiz, cinquenta testemunhas para se levantarem e dizerem: "Pela morte vivemos."
E como é no domínio das flores, assim é no reino de Deus. Pela morte veio a vida eterna. Pela crucificação e o túmulo vieram o trono e o palácio do Deus eterno. Pela ruína veio a vitória.
Não tenha medo do sofrimento. Não tenha medo de ser derrubado. É através de sermos abatidos mas não destruídos, é através de sermos despedaçados e os pedaços feitos em pó, que nos tornamos homens valorosos, em que um vale por mil. Mas o homem que cede à aparência das coisas e vai com o mundo, tem um florescimento rápido, uma prosperidade momentânea, e então o seu fim, que é fim para sempre. - Beecher.

retirado de "Mananciais no Deserto" - Edição do Milênio - Lettie Cowman. - 11-10.


:)

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

More or less

As coisas na minha vida tem sido assim
Tão mais ou menos...
Os sonhos que sonhei se cumprindo assim
Tão lentamente ...
As pessoas que amei amaram-me assim
Tão pela metade...

Não são poucas as coisas que precisei aceitar
As conquistas que tive que penar
Pra no final conseguir  menos do que desejava..

E são poucas as coisas na minha vida que conquistei por completo
Que consegui me dar por inteiro ou ter um retorno integral

Espero que você seja mais pra mais do que pra menos
Espero que você seja o clímax do melhor filme do ano
Campeão de bilheteria, a bebida mais cara
A joia mais rara, a música mais tocada da rádio

Espero que você seja como aquele modelo de carro mais caro
Aquele sapato que todo mundo procura
A praia pra onde os turistas mais recorrem nas férias
E como o  IPhone recém lançado que arrebata nas vendas

Espero que seja a minha Hiper Gigante Vermelha
Que absorva com sua massa extravagantemente forte
Todo esse histórico de metadinhas que to deixando atrás de mim
E exploda numa super nova de sinceros raios de amor

Eu posso até ser a metade de alguém,
Mas jamais me entrego a algo que amo pela metade
E é isso que busco em tudo o que faço... paixão!

Preciso me apaixonar por algumas coisas
Chega de mais ou menos
Espero mesmo que o futuro seja mais inteiro
E quando eu te encontrar, que eu também seja teu Everest
Tua rosa mais vermelha, a  ferrari mais top
O amor mais intenso, a amizade mais pura

E o nosso Deus seja o Deus  mais verdadeiro.
O Único.

E assim, que valha á pena de novo me dar com toda minha força.

...wait.........................................................................<3 p="p">
byPIU

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Faze-o novamente, Senhor

"Uma oração para os momentos de aflição"


QUERIDO SENHOR,

A nossa esperança ainda é a de despertarmos. A nossa esperança ainda é a de abrirmos os olhos sonolentos e pensarmos: Que sonhos horrível. Como isso pôde ter acontecido?
Estamos tristes, Pai.
E por isso nos achegamos a ti. Não pedimos ajuda a ti; nós a suplicamos. Não pedimos; imploramos. Sabemos o que tu  podes fazer. Lemos as histórias. Refletimos nas histórias e agora suplicamos: "Faze-o novamente, Senhor. Faze-o novamente".
Tu te lembras de José? Tu o resgataste do poço. Tu podes fazer o mesmo por nós. Faze-o novamente, Senhor.
Tu te lembras dos hebreus no Egito? Tu protegeste seus filhos contra o anjo da morte. Temos filhos também, Senhor. Faze-o novamente.
E Sara? Tu te lembras de suas orações? Tu as ouviste. Josué? Tu te lembras de seus medos? Tu o inspiraste. E as mulheres no túmulo? Tu ressuscitaste sua esperança. As dúvidas de Tomé? Tu levaste embora. Faze-o novamente, Senhor. Faze-o novamente.
De cativo, tu transformastes Daniel em um conselheiro do rei. Tomaste Pedro, o pescador, e o fizeste Pedro, o apóstolo. Por causa de ti, Davi deixou de conduzir ovelhas para conduzir exércitos. Faze-o novamente, Senhor, pois precisamos de conselheiros hoje; precisamos de apóstolos; precisamos de líderes. Faze-o novamente, querido Senhor.
Sobretudo, faze novamente o que fizeste no Calvário. O que vimos nesta tragédia, tu viste naquela sexta-feira. A inocência acabou. Deus estava sofrendo. Mães estavam chorando. O mal estava dançando. Assim como as sombras caíram sobre nossos filhos, a escuridão caiu sobre teu Filho. Assim como nosso mundo se despedaçou, o filho da Eternidade foi traspassado.
E, ao anoitecer, a canção mais doce do céu foi o silêncio, enterrado atrás de uma pedra.
Mas tu não hesitaste, ó Senhor. Tu não hesitaste. Depois de seu Filho permanecer por três dias em um buraco escuro, tu rolaste a pedra, bradaste na terra e transformaste a sexta-feira mais escura no domingo maios brilhante. Faze-o novamente, Senhor. Transforma este Calvário em Páscoa.
Obrigado por estas horas de oração.
Que tua misericórdia seja sobre todos os que sofrem. Concede àqueles que nos conduzem uma sabedoria que vá além de seus anos e experiência. Tem misericórdia das almas que partiram e dos feridos que ficaram. Dá-nos graça para que possamos perdoar e fé para que possamos crer.
E olha com bondade para tua igreja. Por dois mil anos tua a tens usado para curar um mundo ferido.
Faze-o novamente, Senhor. Faze-o novamente.
Por meio de Cristo, amém.

Adaptado de uma oração escrita para a America Prays, uma vigília de oração pelo país em 15 de setembro de 2001 (4 dias após o atentado de 11/09).



retirado do livro "Dias melhores Virão" - Max Lucado.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A vida pede mais de mim

Este é o momento que estou vivendo.
Onde a vida está pedindo que eu seja forte, corajosa e avance!
Mudanças, reviravoltas
Surpresas, saudades, dúvidas... ah! Quanta coisa!

E eu só quero ficar por aí, correndo feito criança
Com meus cabelos ao vento
Dançando um doce dança
Cantando uma canção tranquila
Sem ter que me preocupar com a vida...

Mas não são bem assim os planos de Deus...
Ele nos deu a vida para ser vivida intensamente
E ser intenso é experimentar a felicidade nos momentos mais improváveis
Ganhar presentes quando não se espera
Misturar a lágrimas ao sorriso...

Sei que Deus está comigo e eu estou nele.
Isto é o que valida toda a mudança.
Torna real qualquer sonho.

Obrigada, Deus, por mais uma conquista!
Obrigada por permitir que a vida peça mais de mim
Que me force a ir além
Pois só assim me preparo pra viver o que tens pra mim.


*Para refletir, uma letra do Jorge Vercilo que acho muito intensa e apropriada para momentos como o de agora...



-Eu e a Vida-

"Vem me pedir
além do que eu posso dar
É aí que o aprendizado está
Vem de onde não sonhei
me presentear
Quando chega o fim da linha
e já não há aonde ir
Num passe de mágica
A vida nos traz sonhos pra seguir
Queima meus navios
pr'eu me superar
As vezes pedindo
que ela vem nos dar
o melhor de si

E quando vejo,
a vida espera mais de mim
mais além, mais de mim
O eterno aprendizado é o próprio fim
Já nem sei se tem fim
De elástica, minha alma dá de si
Mais além, mais de mim
Cada ano a vida pede mais de mim
mais de nós, mais além

Vem me privar pra ver
o que vou fazer
Me prepara pro que vai chegar
Vem me desapontar
pra me ver crescer
Eu sonhei viver paixões, glamour
Num filme de chorar
Mas como é Felini, o dia-a-dia
Minha orquestra a ensaiar
Entre decadência e elegância,
zique-zaguear
Hoje, aceito o caos.

E quando vejo,
a vida espera mais de mim
mais além, mais de mim
O eterno aprendizado é o próprio fim
Já nem sei se tem fim
De elástica, minha alma dá de si
Mais além, mais de mim
Cada ano a vida pede mais de mim
mais de nós, mais além
"


byPIU

segunda-feira, 25 de junho de 2012

GONE!


Existe um momento em que é preciso mudar tudo!
Um momento em que é preciso aceitar.
Em que é preciso se focar definitivamente.

Sinta! Esta é sua última chance de dar certo.
Sua última chance de mostrar no que realmente acredita.

Existe um momento em que é preciso voltar às essências.
Um momento em que é preciso se rasgar e morrer.
Em que é preciso sepultar o velho definitivamente.

Veja! A grande hora está chegando do sol nascer.
A hora em que jamais poderá voltar atrás.

Se agarre de uma vez por todas no Deus todo Poderoso.
Se lance nos seus ideais, nos sonhos antigos e desvanecidos
Sonhos que um dia ele plantou dentro desse coração cansado...

Renove-se! Renasça! Mergulhe tao fundo que só o Espírito Santo poderá te influenciar
Só Ele poderá te guiar... e não poderá ouvir o que está nas margens a te impedir

Vá fundo... e liberte-se!!
Prenda-se a liberdade de Cristo!!!

"Se o Filho pois te libertar, verdadeiramente serás livre"

"Life is a day that doesn't last for long." - Jon Foreman

quarta-feira, 20 de junho de 2012

O Mundo é FREE !

Olá!

Eu não sei você, mas eu detesto ter que pagar para usufruir de qualquer software da internet. Trabalho com desenvolvimento de softwares corporativos, e concordo que devem ser cobrados a grandes empresas todos os direitos autorais e de licença de uso de qualquer software. Afinal, muito do que se precisa em um ambiente corporativo exige toda a robustez de um software pago.
Porém, em meu note, meu celular ou meu desktop, procuro me utilizar ao máximo de recursos free.
Se você também é desse clube, aí vão algumas sugestões de aplicativos alternativos aos tão famosos e pagos que podem ser facilmente baixados e instalados em seu sistema.

Divirta-se !!!! Abuse e use! :D

Foxit PDF Reader

Este já é bastante conhecido. Uma excelente alternativa ao reader de pdf da Adobe. Muito leve e fácil de usar, vale a pena experimentar. Também existe o Foxit Editor, mas infelizmente, agora não é mais free. Que pena! Clique na figura para ir ao download.


Ashampoo Burning Studio

Para quem gosta de queimar cds, dvds etc, um excelente software que encontrei recentemente é o Ashampoo Burning Studio. A Ashampoo já é famosa por seus aplicativos de áudio e este não decepciona.
Grava seus arquivos de musica, vídeo ou dados com grande rapidez, além de contar com uma interface bastante amigável. Segue link para baixar na figura:


Aimp

Para quem gosta de ouvir música existem diversas alternativas de players free que arrasam no visual e  na utilidade, mas vou falar da minha mais recente descoberta, o AIMP, que se encontra em sua versão 3. Possui recursos muito legais que te ajudam a organizar suas músicas e montar playlist de forma bastante dinâmica. Vale a pena conferir.


Libre Office

Você ainda usa o MS Office? Se desapegue! Existe um projeto de Open Source (Software de código aberto) que está cada vez melhor. Em minha recente reinstalação de S.O. no meu note, optei por um meio mais rápido e prático de obter meus "aplicativos de escritório", o LibreOffice.
É completo, conta com o LibreOfficeCalc (alternativa par ao Excel), LibreOfficeWriter (alternativa para o Word) entre outros que substituem muito bem todos os nossos famosos aplicativos da Microsoft. Só que você não precisará pagar nada por isso! 


PhotoScape

Este também já está famoso. E eu não abro mão de tê-lo em meu sistema. Muito prático editor de fotos, possui recursos muito fortes de manipulação, assim como os filtros tão famosos do photoshop só que de maneira bem mais fácil de usar. Também te permite adicionar desenhos e memes às suas fotos, assim como criar colagens e cortes, permitindo a elaboração de montagens muito legais e divertidas.
Se ainda não conhece, vale experimentar.



Bem, estes são os que mais uso. No mais, desfruto do meu fabuloso Chrome e todos os seus novos recursos que aumentam a cada dia, graças a nossa tão amada Google.
Mais isto merece um post específico, neh?

Desfrutem!

byPIU

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Eu abrirei meu coração deixando tua cura entrar

Por que não escrevo mais?

Talvez esteja cansada dos meus próprios dramas.
Entediada com minhas próprias palavras.
Palavras não dão em nada. Quero fatos.
Quero me surpreender, sorrir dos detalhes
E não ser ferida por eles.

Que a lua faça sentido de novo.
Que as estrelas me contem de novo sobre os sonhos.
Que o vento volte a ser um mensageiro do futuro...

Trazendo esperança, reascendendo a paixão.
Reanimando o coração tão cansado de doer.
Quero sentir Deus na flor da pele e jamais parar.

Minha existência está baseada nele e é isso que busco.
Pois tudo aqui não é tão certo quanto parece.
Nada é tão firme quanto o amor de Deus.

Preciso beber desse amor todos os dias.
E me sentir completa, me sentir amada, me sentir livre.

"O Senhor sara os quebrantados de coração, e lhes ata as suas feridas. "
                                                                     Salmos 147:3

"Dos montes corre para o mar teu rio de amor por mim, 
Eu abrirei meu coração deixando tua cura entrar... 
o teu amor me alcança e me faz louvar-te!!!"
"Over the mountains and the sea your river runs with love for me
And I will open up my heart and let the Healer set me free...
for I will always sing of when Your love came down"

-Delirious?

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

BIO - A Informática e Eu :)


Sou de uma cidade do interior, e tive acesso à internet e computares com certeza um pouco mais tarde do que muita gente por aí, Aos 11 anos eu fiz meu 1º curso de informática na única escola que existia na minha cidade. Fiz MS-DOS e Windows 3.11. Nunca tive um video-game, ou qualquer tipo de tecnologia além de uma TV e um vídeo-cassete. Sem falar na minha maior paixão, o aparelho de som, o qual ocupava maior tempo de minhas tardes, ouvindo músicas, gravando e regravando fitas cassetes, copiando músicas de cds. Isto, quando não estava escrevendo ou lendo.
Somente aos 16 anos, decidi fazer prova para a Escola Politécnica de minha cidade e passei. Aos 17, iniciei o curso Tecnico em Informática, onde tive contato com o que vinha a ser, de verdade, o funcionamento de um computador. Sempre tive vontade de saber como ele funcionava por dentro e como tudo aparecia na tela. Logo, apesar de ter um pouco de dificuldade inicialmente, minha matéria preferida era Linguagem de Programação, seguida da de Banco de Dados, onde também fazíamos análise e levantamento de requisitos.
Somente ao 18 anos ganhei meu primeiro computador. Em um estágio acessei pela 1ª vez a internet, ainda discada.
Aos 20, através de uma lan house pública, criei meu primeiro endereço de email (msn) e comecei a descobrir como a internet era maravilhosa.Fiz um curso de montagem e manutenção de computadores e comecei a consertar computadores de algumas amigas, sem levar isso como profissão, pois queria mesmo era programar. No entanto, na minha cidade o mercado era, e ainda é, muito fraco para um desenvolvedor de sistemas, e acabei indo parar no comércio, como auxiliar de vendas.
Quando já achava que minha praia não era mais a informática, surgiu a oportunidade de fazer a faculdade. Como sempre estudei em colégio público, tive muitas dificuldades no vestibular, e meus pais e eu não tínhamos dinheiro para pagar um pré. Com o trabalho no comércio também, mal tinha tempo de estudar ou pensar em algum outro tipo de curso.
Quando surgiu o PROUNI, refiz o ENEM e consegui média para concorrer a bolsas e consegui integral para o curso de Sistemas de Informação.
Desde então, minha vida foi mudando e venho superando inúmeros desafios, como viajar 4 horas/dia (ida e volta), tentar emprego longe da cidade, e por fim, morar longe de casa.
Hoje, com 2 anos de formada, estou conluindo minha 1ª Especialização em Engenharia de Software com Java EE, e já estou pra iniciar meu MBA em Gerência de Projetos. Trabalho como analista de sistemas junior, prestando consultoria em um cliente, onde estou alocada há 9 meses, tendo 1 ano e 2 meses de empresa.
Escrevi tudo isso para que, se alguém teve ou está tendo as mesmas dificuldades que eu (ou outras piores), reflita e não desista. Ainda há muito o que crescer e aprender, mas saiba que sempre podemos chegar lá e burlar o nosso destino, com a ajuda de Deus e muito esforço.
Amo Análise Orientada a Objetos, trabalho com e adoro JAVA, e estou iniciando minhas aventuras com Grails.
Certamente, não sou uma Nerd, mas sou alguém que a cada dia, ultrapassa limites e  que já conseguiu ir além do que muitos imaginavam, e isto é apenas o começo. O fato de ser mulher é um adendo, que torna a transposição de barreiras ainda mais interessante. 
Amo trabalhar com homens, mas faço questão de ser diferente. E é assim que acho que a mulher deve vencer no mercado. Fazendo diferença e impactando o mercado de tecnologia, com muito suor e cérebro. Bonitas mas jamais fúteis. Pois o maior valor de uma mulher está do lado de dentro.





byPIU

domingo, 19 de fevereiro de 2012

As crônicas de Nárnia - Resenha 1

No final do ano passado iniciei a leitura do volume ùnico de "As Crônicas de Nárnia". Iniciei um pouco devagar, parei após ler "O leão, a feiticeira e o guarda-roupa" para ler outros livros, mas retornei este ano com toda voracidade e, a cada história, me surpreendo com o universo e a magia que envolvem as personagens.
Cada crônica possui uma lição, um tesouro a ser aprendido assim como nos faz viajar para outro mundo, o mundo de Nárnia, de Aslam, das dríades, dos centauros, dos Pevensie, dos meninos e jovens que encontram na juba de ouro, nas terras longínquas, uma nova esperança e um novo modo de viver suas vidas.
Assim, decidi postar as resenhas de cada livro que compõe As crônicas de Nárnia. Vou tentar expor, além de um simples esboço da história, minhas observações, críticas e o que pude aprender com as lindas aventuras escritas por C. S. Lewis entre 1949 e 1954. Espero que gostem.
Saiba mais sobre os livros e o escritor aqui.

RESENHA 1 - O Sobrinho do Mago




Este é o primeiro livro na ordem cronológica de Nárnia, mas o sexto a ser publicado. Fala sobre como tudo começou. Como Nárnia foi criada, o lampião que nunca se apaga, o guarda-roupa, a Feiticeira Branca e outras coisas mais.
A história narra a vida de duas crianças, Digory e Polly, que se conhecem nos arredores de suas casas, onde viviam uma vida normal, como de qualquer criança curiosa que inventa aventuras para passar o dia, enquanto os adultos ocupados não o percebem como deveriam.
Digory vive com seu tio André, que esconde muitos segredos e se intitula mago, e resolve fazer com Digory uma terrível experiência: transportá-lo para outro mundo. Mas quem acaba indo na aventura é a Polly que desaparece fazendo com que Digory viaje atrás dela, até se encontrarem do lado de lá.
É a partir daí que a aventura se inicia, e os dois vivem momentos que marcariam suas vidas para sempre. Sem falar na Feiticeira Branca que faz justamente a viajem inversa, vindo para nosso mundo. No que isso não daria, imaginem!.
Muito genialmente, C. S. Lewis consegue também nos transportar para o "Bosque entre dois Mundos", para "Charn" e enfim, para "Nárnia". 
A primeira aparição da Feiticeira, a sua maldade e frieza são expressas com toda riqueza de detalhes necessária para que, aquela feiticeira do filme, fique no chinelo. Não menos que ela, Aslam, o Grande Leão, se apresenta magnífico e é descrito sempre de uma forma tão encantadora e forte que é possível quase vê-lo diante de você.
Toda a magia e beleza da criação de um novo mundo, a música, as cores, os cheiros, os sabores parecem incrivelmente reais quando mergulhamos nas páginas mágicas de As Crônicas de Nárnia.

Lição:

Nesta primeira crônica, aprendemos que certas pessoas escolhem ser más e o são por mero prazer e jamais aprendem a lição.
Aprendemos que até a uma criança é preciso ser revelada a verdade e a liberdade, podendo ela assim escolher o caminho a seguir em sua vida. Também podemos observar que o mal sempre tem seu início e sempre existirá. Mas a bondade e a paz sempre prevalecerão ao final, quando houver fé e coragem nos corações bons.


Até a próxima resenha. "O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa".

byPIU

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ando querendo mudar...

Ando querendo mudar algumas coisas. Ando querendo mudar as coisas dentro de mim.
Mudar a forma como vejo o mundo. Acrescentar mais cor ao desbotado. Mais realidade aos meus sonhos.
Tenho muito a escrever que na verdade perco até as palavras.
Pensei que deveria estar agora bem distante, mas estou na verdade, tão perto.

E ainda sinto a mesma coisa.
Mas de uma forma mudada.
Resolvi esquecer o engano do coração e seguir a razão.
Coloquei em Deus meus pensamentos e a Ele entreguei o controle de minhas emoções.


Nem sempre que eu sorrir, estarei mesmo sorrindo.
Nem sempre que eu chorar, estarei perdendo as esperanças
Tudo pode mudar. Tudo torna ao lugar que tem que estar
Tudo, a seu tempo, a seu momento. Na hora certa.

by prisvieira

sábado, 7 de janeiro de 2012

O Milagre - Resenha


Jeremy "o garotão da cidade". Lexie, a jovem romântica do interior. Mas, apesar dos estereótipos, é justamente a personalidade dos personagens que nos prende ao livro. O milagre conta uma história de amor entre duas pessoas que já não acreditavam nele. Valores que devem ser levados em conta dentro de um relacionamento, medos, presunções e pessimismos, são delicadamente abordados neste livro, onde podemos nos identificar a todo instante com os pensamentos e atitudes de Lexie e Jeremy. Os fantasmas de Boone Creek, a habilidade de adivinhação de Doris são apenas pano de fundo, um pretexto para que o romance aconteça. E o milagre, ele acontece exatamente quando não se espera mais que ele aconteça. E isso é um das coisas mais belas que o livro nos leva a pensar, que os verdadeiros milagres não são, na sua maioria, eventos extraordinários, mas situações simples, como estar com quem se ama, ser amado e valorizado, ser confortado por um amigo, encontrar uma pessoa especial em um lugar especial...
O livro porém é um pouco lento e demais detalhista. Confesso que esperava mais de um livro do Nicholas Sparks, sendo este o primeiro que estou lendo, mas baseando-me nos filmes, O Milagre deixa um pouco a desejar.
O leitor irá rir em certos momentos, se emocionar em alguns, mas também poderá se entediar em outros.
Para quem quer uma historia leve e anda precisando acredita no amor e relembrar que ele é possível, recomendo, apesar dos contras, a leitura deste.

byPIU

domingo, 1 de janeiro de 2012

2012 ...

Passei aqui e antes de dormir, pensei.. qua tal dar meu primeiro post de 2012? Bem... mas então o quê escrever? Dizer que a virada foi muito feliz e abençoada ao lado da minha familia, revendo algumas pessoas, na igreja que cresci, na cidade onde aprendi mts coisas... Histórias que deixei pra trás, em um lugar onde dancei, gritei, chorei, sorri , fiz amigos, aprendi sobre gente e sobre Deus...
Sigo em frente em 2012, porcurando ser melhor do que fui em 2011,,, cometi erros, me achei demais em certos momentos, em outros me senti um nadika de nada... mas, uma coisa eu sei, sou escolhida por Deus e Ele sempre esteve comigo, permitindo as lutas para me ensinar e as alegrias para me confortar.

2012... menos de mim, mais de Deus...